Eu quero ser exorcizadoPela água benta desse olhar infindo.Que bom é ser fotografado,Mas pelas retinas dos seus olhos lindos.
Me deixe hipnotizado prá acabar de vezCom essa disritmia.Vem logo! Vem curar teu negoQue chegou de porre lá da boemia.

Eu quero ser exorcizado
Pela água benta desse olhar infindo.
Que bom é ser fotografado,
Mas pelas retinas dos seus olhos lindos.

Me deixe hipnotizado prá acabar de vez
Com essa disritmia.
Vem logo! Vem curar teu nego
Que chegou de porre lá da boemia.